top of page

Sobre nós

O Tartarú se empenha em preservar a biodiversidade de sua região, preservar seu rico patrimônio cultural, e transmitir às gerações futuras seus princípios socioambientais.

_MG_1275.JPG

Um lugar onde a Vida é gerada

A península de Maraú, localizada no Sul da Bahia, representa um bioma sensível de imensurável beleza e valor ecológico, com suas extensas praias, corais, recifes, manguezais, restinga, fragmentos de Mata Atlântica, rios e cachoeiras. Com a intenção de preservar esta região e incentivar o uso e ocupação sustentável de seu solo, recursos hídricos e remanescentes florestais, a Área de Proteção Ambiental (APA) foi decretada em setembro de 1997, que inclui aproximadamente 42.300 ha da Península de Maraú e sua área marinha adjacente.

 

Apesar dos esforços do governo da Bahia na concepção e gestão do zoneamento ecológico e econômico da APA, a região sofre duma degradação ambiental num ritmo alarmante. Isso é intensificado pela natureza sensível do bioma, que não se regenera facilmente. O impacto da influência antrópica predatória sobre biomas como manguezais e restingas pode ser irreversível, como já ocorreu em diversas microrregiões do território. Vários factores produzem a degradação ambiental, um fenómeno complexo decorrente de problemas estruturais do país, como a falta de oportunidades económicas e de consciência ambiental, levando à pesca ilegal e à exploração madeireira para garantir a subsistência vital.

Porque?

Diante dos impactos nefastos do turismo, da expansão urbana, da especulação imobiliária e da falta de fiscalização e infraestrutura que garanta a proteção do ecossistema local, tornou-se urgente fortalecer a intervenção socioambiental na forma de conservação e conscientização ambiental.

_MG_1341 (1).JPG

Quem somos

Somos uma associação criada pelo indígena Pataxó, ativista, ecologista João Batista, que há 28 anos defende as tartarugas marinhas da região. Conhece profundamente a natureza local e cuida não só das tartarugas, mas de toda a fauna e flora dos manguezais e restinga. Como líder comunitário e figura popular, João Batista inspira, cativa e desperta uma consciência ambiental em todos que têm a oportunidade de ouvir um pouco de seu conhecimento e sabedoria.

 

A ONG conta com diretoria, conselho administrativo, equipe multidisciplinar de voluntários e membros da população local. Todos oferecendo suas habilidades e tempo trabalhando na conscientização ambiental e na geração de renda por meio de atividades e intercâmbios culturais.

bf59911f-ca43-4ee8-9740-8009b36b7de0.JPG
bottom of page